Causas do corrimento vaginal marrom

Causas do corrimento vaginal marrom

Embora saibamos que o corrimento vaginal Você pode alterar sua textura e cor ao longo do ciclo menstrual e, com a idade, nunca temos muita certeza se essas alterações são normais ou respondem a um problema ginecológico. Deve-se esclarecer que o corrimento vaginal é um líquido espesso e viscoso, de cor transparente que, em regra, não apresenta mau cheiro. Geralmente é muito mais grosso durante os dias antes e depois da ovulação e mais líquido e abundante durante a ovulação em si.

Nosso corpo secreta esse fluxo com o objetivo de melhorar a lubrificação, mantendo a vagina limpa e protegida, cuidando da flora bacteriana das paredes uterinas e evitando o aparecimento de infecções nessa parte delicada do corpo. Além de tudo isso, o fluxo também tem o objetivo de ajudar o esperma a alcançar o óvulo, facilitando assim a fertilização.

Assim como na consistência e abundância do corrimento vaginal, sua cor também pode mudar ao longo da vida. Essas variações podem nos ajudar a detectar possíveis problemas de saúde. Por exemplo, um corrimento vaginal amarelado ou esverdeado pode estar indicando que temos uma infecção. E ele corrimento vaginal marrom? Oque quer dizer? Quais são as suas causas? É sério ou preocupante? No Diario Femenino, resolvemos todas as suas dúvidas.

Casos em que é normal o aparecimento de corrimento vaginal marrom

Se você foi ao banheiro e viu sua calcinha manchada de corrimento vaginal marrom você ficará automaticamente alarmado, mas saiba que, nesses casos, é melhor manter a calma. Geralmente, esse tipo de fluxo é normal e tem uma explicação. Estes são os causas possíveis:

+ Restos da regra

Se o muco marrom aparecer alguns dias antes do período menstrual cair ou durante os últimos dias da menstruação, você não precisa se preocupar. Isso acontece porque sua vagina está expelindo restos de tecido (‘sangue velho’) de períodos anteriores que foram acumulados no interior.

+ Contraceptivos

Se você estiver tomando contraceptivos orais (como a pílula) ou outros como o anel vaginal ou adesivo, a presença desse tipo de fluxo marrom no meio da ovulação é completamente normal. Isto é devido ao desequilíbrios hormonais que causam, em algumas ocasiões, esse tipo de método para prevenir a gravidez. Se o seu fluxo não for acompanhado por outros sintomas, como febre ou dor, você não deve se alarmar.

+ Gravidez

Por que o corrimento vaginal marrom aparece?

Um dos primeiros sintomas da gravidez é a presença de um corrimento vaginal marrom, embora nem todas as mulheres o experimentem. Esse tipo de fluxo é conhecido como “Sangramento de implantação” e pode ser confundida com a menstruação, pois geralmente aparece entre uma ou duas semanas após a fertilização. Na realidade, essa pequena descarga de sangue ocorre porque o embrião penetra e adere ao endométrio.

+ Sexo intenso com pouca lubrificação

No caso de atividades sexuais intensas ou encontros em que a mulher não esteja suficientemente excitada e não esteja devidamente lubrificada, elas podem ser geradas pequenas lesões nas partes íntimas que resultam em uma pequena expulsão de sangue em tons marrons. Isso é muito comum nas meninas que fazem sexo pela primeira vez. É importante enfatizar que, se o sangue estiver presente em grandes quantidades, você deve procurar imediatamente o ginecologista, pois isso pode ocorrer devido a outro problema de saúde mais grave.

+ Aborto

Nos casos de aborto espontâneo, o corrimento vaginal marrom terá uma aparência abundante e líquida, com a presença de coágulos. Além disso, geralmente dura aproximadamente duas semanas.

+ Menopausa

Quando a menopausa ou o climatério começa, o corpo da mulher para de produzir estrogênios, o que leva as paredes da vagina a se tornarem mais estreitas e secas. Isso faz com que os vasos sanguíneos que suprem a área sejam mais propenso a quebrar causando um corrimento vaginal marrom. É algo totalmente normal nesta fase e não deve se preocupar, a menos que o fluxo seja acompanhado por outros sintomas.

+ Intervenção cirúrgica do colo do útero

Após uma intervenção cirúrgica na qual o colo do útero foi manipulado, como é o caso de um cauterização cervical É completamente normal experimentarmos um leve fluxo marrom. A explicação é que a vagina e o colo do útero têm uma grande multidão de vasos sanguíneos, o que é muito fácil de danificar.

Causas do corrimento vaginal marrom que nos alertam sobre uma doença

Causas do corrimento vaginal marrom que nos alertam sobre uma doença

Embora seja verdade que na maioria das vezes a aparência de um corrimento vaginal marrom não deva nos preocupar, há outras ocasiões em que devemos prestar atenção, porque a presença desse muco pode estar nos alertando sobre algumas problema de saúde. Nestes casos, é recomendado ir ao consultório médico Quanto mais cedo for para um profissional fazer o diagnóstico.

No entanto, aqui estão algumas das causas do corrimento vaginal marrom que nos alertam sobre uma possível patologia:

+ Cistos ovarianos

Cistos ovarianos são bolhas cheias de líquido que impedir o desprendimento dos óvulos às trompas de falópio. Se você sentir dor na região abdominal e, em vez da menstruação normal, secretar corrimento vaginal marrom, pode ser um sintoma de que você está sofrendo de ovários policísticos e, nesse caso, deve procurar o ginecologista.

+ Infecções

Se o seu fluxo for acompanhado de febre, dor abdominal, coceira e vermelhidão da vulva, é provável que você tenha uma infecção ou herpes vaginal. Você deve ir ao médico. Ele prescreverá o antibióticos adequado para acabar com o problema.

+ Doenças sexualmente transmissíveis

Você teve relações sexuais desprotegidas ultimamente? Se sua resposta for sim e você também estiver apresentando um corrimento vaginal marrom abundante de odor muito desagradável acompanhado de outros sintomas como febre e coceira nos órgãos genitais, saiba que pode sofrer de doenças sexualmente transmissíveis, como gonorréia ou clamídia. Não espere mais! Para o médico imediatamente!

+ Câncer uterino ou ovariano

A partir dos 60 anos, os casos de câncer de útero e ovário aumentam consideravelmente. Se você suspeitar que é melhor consultar um médico para evitar doenças graves.

Como evitar corrimento vaginal marrom

Evite corrimento vaginal marrom

Para evitar o aparecimento de corrimento vaginal marrom e prevenir possíveis doençasvocê deve seguir algumas recomendações como os que mostramos abaixo:

+ Lave suas peças íntimas corretamente: A higiene vaginal adequada é essencial para manter a flora bacteriana afastada. Use sabão e água com pH neutro.

+ Use roupas íntimas de algodão e evite roupas muito justas que não deixem a área transpirar.

+ No verão, evite ficar com o biquíni molhado durante muito tempo. A umidade facilita a proliferação de bactérias e fungos.

+ Lembre-se de que o uso de preservativo durante a relação sexual é essencial para evite contrair DSTs.

E você? Você tem corrimento vaginal marrom? Você achou este artigo útil? Deixe-nos a sua opinião nos comentários. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *